A Secretaria municipal de Defesa Civil realizará no próximo dia 25/04, a partir das 14 horas, no bairro Cidade Nova, um exercício de simulação de evasão de pessoas em casos de acidentes no Município. A decisão foi tomada no último dia 03/04 na segunda reunião do “Grupo de Gestão Municipal de Proteção e Defesa Civil” (GGEMPDEC), instituído no último dia 28/03. O encontro, chamado de “simulado de mesa”, serviu para que os representantes de instituições que participam e dão apoio ao grupo falassem sobre o que podem fazer e contribuir em situações reais de atendimento e salvamento a vítimas em Silva Jardim. Coordenado pelos secretários Sidnei Melo (Defesa Civil) e Mansuel Mansur (Governo) o encontro contou com as presenças, entre outras, do secretário de Planejamento, Antônio Carlos de Lacerda; e do comandante do 35º Batalhão de Polícia Militar, coronel Fernando Salema.

 Ficou acertado que o simulado ocorrerá na Rua São Judas Tadeu, junto a um barranco de cerca de cinco metros de altura (foto) que tem um corte reto de 90 graus, o qual dispõe das condições de perigo propícias para o que objetivam fazer: no caso a encenação de um deslizamento de barreira e soterramento de vítimas dentro de uma casa. A Defesa Civil está montando um roteiro no qual cada um dos agentes envolvidos poderá prestar sua colaboração. Como o controle da segurança pela Polícia Militar; o apoio técnico da DC; o Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) no atendimento às “vítimas”; o Corpo de Bombeiros na coordenação do socorro em geral, a Secretaria municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) com veículos; e a Secretaria municipal de Trabalho, Habitação e Promoção Social (Semtps) no acompanhamento, orientação e assistência social aos “desabrigados”, entre outros.

O secretário Sidnei Melo destacou que o encontro do Grupo serviria também para promover uma maior e melhor interação entre as partes e definir quem comanda e coordena o quê a fim de facilitar o entendimento entre todos e evitar eventuais conflitos principalmente durante as ações reais, com todos “falando a mesma língua”. E o simulado servirá até mesmo como uma espécie de treinamento geral e verificação do comportamento das partes envolvidas em caso de acidentes reais nos quais eles tenham que participar.

Por isso reuniu ainda outros representantes de setores que podem participar e dar pronta resposta em acidentes no Município, como os secretários municipais  Dênis David (Ordem Pública) e Maria Dalva Silva do Nascimento (Promoção Social), além de Ricardo Vergílio de Azevedo (Guarda Municipal), Epitácio de Souza Lucena Júnior (Samu), Gustavo Luna Peixoto (Icmbio), Talita Celene David (Secretaria de Meio Ambiente), Darci Mathias Gomes (Corregedoria), Flávia Espíndola Kiuchi (Secretaria de Saúde), Regina Maria da Conceição Xavier (Secretaria de Educação), Emerson Santos e Hugo Thiengo Kreischer (Procuradoria Geral do Município), Evaldo Nascimento (Subsecretaria de Comunicação Social) e Anderson Sodré de Souza (2º tenente comandante da 5ª Companhia de Polícia Militar no Município).

 O Grupo de Gestão faz parte do “Plano Municipal de Redução de Riscos”. Este engloba ainda o “Plano Municipal de Implantação de Obras e Serviços para Redução de Riscos e Desastres”, o “Plano de Políticas Habitacionais” para as famílias desabrigadas em decorrência de catástrofes e a realização do próprio “Simulado de Mesa para Proteção e Defesa Civil e de Busca e Salvamento”.

Foram levantados e analisados ainda outros aspectos da segurança em geral principalmente em termos de catástrofes naturais no Município. Como as áreas de riscos em encostas, a saturação da lagoa de Juturnaíba em caso de chuvas prolongadas, os alagamentos no Centro da cidade, as inundações provocadas pelo Rio Capivari notadamente no Loteamento Nova Silva Jardim; e o Valão da Caixa nas localidades de Biquinha, Nossa Senhora da Lapa e Campo do Rial, por exemplo. A partir dos levantamentos, deverão ser vistas quais as ações que devem ser implementadas para minimizar e/ou acabar com os respectivos riscos.