^ Back to Top


A Secretaria de Saúde e Assistência Social de Silva Jardim promoveu um evento com diversas homenagens, para celebrar a Semana Nacional da Enfermagem, comemorada entre 12 e 20 de maio. O evento foi realizado na quarta-feira (17), na Igreja Batista Memorial, localizada no bairro Reginópolis.

Além das homenagens, o encontro teve ainda apresentação de música, e uma palestra sobre o uso indevido se substâncias química entre as equipes de enfermagem, ministrada pelo enfermeiro, e especialista em saúde mental, Vagner Marins Barcelos.

 

Entre os homenageados, estiveram à presidente do Conselho Regional de Enfermagem (Coren - RJ), Maria Antonieta Rubio Tyrrell, as enfermeiras Kenny de Almeida Gomes, Rafaela Moraes, e as técnicas em enfermagem Maria de Lurdes Silva, Cláudia Melquiades, e Giselly Correia.

Leia mais:Evento Celebra Semana Nacional da Enfermagem, em Silva Jardim


O Centro de Atenção Psicossocial (Caps) de Silva Jardim está realizando no mês de maio, ações em todos os postos de saúde do município, em comemoração ao mês Nacional da Luta Antimanicomial. O objetivo é propor mudanças no cenário da atenção à saúde mental, e questionar relações de estigma e exclusão social estabelecidos às pessoas com transtornos mentais.

 

Ao todo, nove das 16 Unidades Básicas de Saúde (UBS) da cidade já receberam as ações. O Dia Nacional da Luta Antimanicomial é celebrado em 18 de maio. A data foi instaurada durante o Movimento dos Trabalhadores em Saúde Mental, em São Paulo, no final da década de 1980. Na ocasião, foi adotado o lema: “por uma sociedade sem manicômios”, e inaugurada uma nova trajetória da proposta de Reforma Psiquiátrica.

Leia mais:Prefeitura de Silva Jardim Realiza Ações em Postos de Saúde


A Secretaria de Saúde e Assistência Social de Silva Jardim, através do Programa Municipal de Combate à Dengue (PMCD), está intensificando ações contra o mosquito Aedes aegypti, em Aldeia Velha. Há uma semana, um idoso de 76 anos morreu na localidade com suspeita de febre amarela.

De acordo com o PMCD, a equipe está utilizando um equipamento de UBV portátil (fumacê) para eliminar possíveis focos do mosquito. O PMCD informou ainda que já foram feitos dois dos três bloqueios previstos, no entanto, até o momento, nenhum vetor foi encontrado.

O coordenador do PMCD, Anderson Gonçalves de Oliveira, afirmou que os bloqueios estão sendo feitos em um raio de 500 metros do local onde morava o idoso. Anderson explicou que a ação tem base no Ministério da Saúde.

 

No último dia 26 de abril, um morador de Aldeia Velha, que estava internado no Hospital dos Servidores, no Centro do Rio, morreu com suspeita de febre amarela. A Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social disse que o resultado do exame dele ainda não foi divulgado.

Leia mais:Prefeitura de Silva Jardim intensifica Ações de Combate ao Aedes Aegypti


Uma equipe do Programa Saúde na Escola (PSE), da Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social, está percorrendo às escolas de Silva Jardim para realizar ações de conscientização aos alunos e moradores da cidade. Durante as ações, foram apresentadas palestras, vacinação, mutirão contra o mosquito Aedes aegypti, e ainda orientações sobre saúde bucal.

Na última quarta-feira (12), cerca de 40 estudantes da Escola Estadual Municipalizada Gaviões receberam o PSE, e participaram de uma palestra sobre saúde bucal, e outra com o tema autocuidado e sexualidade. Os alunos fizeram ainda uma escovação supervisionada e atividades físicas.

Também na semana passada, o PSE esteve na escola municipal da localidade Vargem Grande, onde foram realizadas escovação supervisionada, pesagem e medição de altura dos estudantes, além de vacinação contra a febre amarela. No Colégio Estadual Sérvulo Mello, no Centro, a equipe fez uma mobilização contra o mosquito transmissor da dengue, zika, chikungunya, e febre amarela.

A coordenadora do programa, Fabiene Domingues, contou que em Vargem Grande a equipe apresentou uma palestra para os moradores sobre os perigos da utilização de agrotóxico nos alimentos, e a possível contaminação durante o trabalho, ou através do consumo dos produtos.

“Em alguns casos, o trabalhador pode apresentar sintomas de intoxicação, como: dor de cabeça, náuseas, vômitos, falta de ar, às vezes, desmaio e convulsões. É extremamente importante procurar um médico e informar sobre os produtos que foram manipulados mais recentemente”, disse Fabiene.

 

 

Leia mais:Programa leva Palestras e Vacinação às Escolas de Silva Jardim


A Prefeitura de Silva Jardim, através da Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social, informa que um idoso de 76 anos, morador do distrito de Aldeia Velha, faleceu nesta quarta-feira (26), com suspeita de febre amarela. O paciente estava internado no Hospital dos Servidores, no Centro do Rio. O resultado do exame de sangue deve ficar pronto nos próximos dias.

O paciente apresentou sintomas da doença no dia 17 de abril, foi levado para o Hospital Municipal de Casimiro de Abreu e, posteriormente, transferido para o Hospital dos Servidores, no Centro do Rio, onde faleceu por volta das 4h.

A Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social comunicou que o paciente não havia se imunizado contra a febre amarela.

A Prefeitura de Silva Jardim informa que, desde o início da campanha, no mês passado, 19.280 pessoas foram imunizadas contra a febre amarela. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde e Assistência Social, o número representa 91% da população da cidade.

ÚNICO CASO CONFIRMADO

 

Na última segunda-feira (24), a Secretaria de Estado de Saúde (SES) confirmou que a morte de um idoso com 69 anos, no fim do mês passado, foi um caso de febre amarela vacinal, que é quando o paciente adquire a doença pela vacina. O idoso morava na localidade de Mato Alto, em Silva Jardim, e morreu no dia 30 de março.

Leia mais:Nota Oficial da Secretaria de Saúde sobre Febre Amarela

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000