^ Back to Top

A empresa Delft, uma das responsáveis pela obra de duplicação da rodovia BR-101, será multada em mais de R$ 200 mil por crimes ambientais em Silva Jardim. De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), que emitiu as penalidades, a empresa já recebeu duas autuações, no fim do mês passado, e vai receber outras duas.

Segundo o secretário da Semma, Helan Abreu Cardozo, dentre os motivos das autuações estão os transtornos causados aos moradores do bairro Lucilândia, que fizeram um abaixo-assinado reclamando sobre alagamentos em algumas ruas do bairro e entupimento das redes de esgoto e de drenagem, provocado pelo material utilizado na obra.

Ainda conforme o secretário do Meio Ambiente, uma segunda multa foi emitida à empresa porque ela teria feito o derramamento de material asfáltico em local impróprio, podendo causar degradação do solo e, consequentemente, do lençol freático.

O secretário revela que a equipe de fiscalização da Semma também identificou o descarte incorreto de resíduos sólidos e líquidos, provocando a contaminação do solo, em uma área onde funcionam as instalações da empresa no município, e então fez a terceira autuação. Já a quarta multa foi por reincidência, afirma Helan.

Na semana passada, nossos fiscais retornaram às instalações da Delft e constataram a presença de óleo no corpo hídrico, localizado no interior da propriedade. Essa quarta multa ainda não foi quantificada, mas a gente estima que os valores das autuações, somados, ultrapassem R$ 200 mil”, contou Helan Abreu Cardozo.

O secretário da Semma disse que o dinheiro arrecadado com as penalidades será destinado ao Fundo Municipal de Meio Ambiente e, posteriormente, aplicado em ações de preservação ambiental.

 

(Foto: Ascom / Silva Jardim)

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000