^ Back to Top

Foi aprovado no último dia 23/3 o Projeto de Lei Municipal que dá uma revisão de 7,7% no salário de servidores municipais efetivos e de alguns DAS este ano. O projeto de lei foi encaminhado na tarde de ontem para aprovação em regime de urgência pelo legislativo e foi sancionado pelo Prefeito Anderson Alexandre, para que a revisão conste já no pagamento de março nos contracheques dos servidores. De acordo com o Prefeito esta revisão salarial só foi possível devido a redução salarial, inclusive o dele, e de alguns DAS no mês passado.

 

A Prefeitura de Silva Jardim informa que o pagamento da insalubridade referente ao mês de fevereiro/2015 será no pagamento referente ao mês de março/2015. A Prefeitura ainda informa que no pagamento de março os servidores receberão os dois valores de insalubridade, o referente a fevereiro e o de março. O pagamento da insalubridade de fevereiro irá ocorrer no fim do mês de março devido a complexidade de se fazer uma folha suplementar para o pagamento.

 

A crise na Petrobras e o preço baixo do barril do petróleo já afetam a economia de Silva Jardim. De acordo com a Secretaria de Fazenda, o município já deixou de arrecadar, só nos meses de janeiro e fevereiro de 2015, mais de R$ 1,4 milhão, este valor representa uma queda de 25% em arrecadação nos royalties em referência aos meses de novembro e dezembro do ano passado. Municípios como Casimiro de Abreu e Macaé já deixaram de arrecadar R$ 2,8 e R$ 15,2 milhões respectivamente.

Para enfrentar a crise em Silva Jardim, o Prefeito Anderson Alexandre, tomou algumas medidas como redução de 20% no salário de prefeito, vice-prefeito, secretários e subsecretários, redução em 15% nos cargos comissionados com salários a partir dos cargos equivalentes a Diretores, criou o banco de horas-extras e suspendeu por um ano a gratificação de aniversário. De acordo com o Prefeito, o governo está fazendo sua parte em encontrar alternativas para que os serviços à população não parem e ainda garantiu a manutenção do transporte de tarifa zero e do desconto de 50% no IPTU, e informou que os investimentos em educação e saúde continuarão.

 

A Prefeitura estuda ainda a redução de alguns contratos de serviços para amenizar o impacto na redução na arrecadação referente aos royalties de petróleo.

O vice-prefeito de Silva Jardim, Sebastião Rocha, e o engenheiro da Autopista Fluminense, Amaury Viana, se reuniram no dia 4 no prédio da prefeitura, para oficializarem as solicitações de acessos da via BR-101 para os bairros de Lucilândia, no Km 237, e Fazenda Brasil, no Km 239, já que conforme o projeto original de duplicação da rodovia, tais construções não estavam previstas.

De acordo com o vice-prefeito Sebastião Rocha, a atual administração estuda implantar um condomínio industrial às margens da rodovia, onde o principal acesso seria a rua Rio Javari (popularmente conhecida como Estrada da Morte), também responsável por ligar a BR-101 ao bairro Fazenda Brasil.

 

O acesso à localidade de Lucilândia foi uma reivindicação dos moradores em uma reunião que aconteceu no início de dezembro do ano passado com a prefeitura e a concessionária Autopista Fluminense, responsável por administrar a rodovia.

 


Com o objetivo de buscar investimentos para a cidade, o Prefeito de Silva Jardim, Anderson Alexandre, esteve em Brasília para reuniões com os deputados federais do Rio de Janeiro. Os encontros renderam emendas que, somadas, chegam ao valor de R$ 7 milhões. Apenas com os deputados Hugo Leal e Áureo, o prefeito obteve R$ 3,8 milhões. As outras emendas serão apresentadas pelos deputados Marquinhos Mendes, Pastor Ezequiel, Chico D'ângelo e Júlio Lopes. Durante a viagem, Anderson Alexandre também esteve com o subchefe de Assuntos Federativos da Presidência da República, Gilmar Dominici, e com o deputado Sóstenes Cavalcante.
O deputado Hugo Leal, que esteve em Silva Jardim no último dia 20, fará indicações de aproximadamente R$ 2 milhões para as áreas de saúde e infraestrutura urbana. O parlamentar ainda ficou de apresentar ao Governo Federal projetos para pavimentação e urbanização dos bairros de Nova Silva Jardim e Romanópolis. Com o deputado Áureo, o prefeito conseguiu R$ 1,86 milhão, sendo R$ 1 milhão para obras de pavimentação e R$ 862 mil para investimento em esporte.

Tem sido muito importante estar na capital federal representando Silva Jardim. Temos conseguido verbas fundamentais para a cidade junto ao governo federal e aos deputados que representam nosso estado. E isto não se consegue pelo telefone”, afirma Anderson Alexandre, que protocolou solicitações de mendas nos gabinetes dos 46 parlamentares eleitos pelo povo do Rio de Janeiro. “Nossa expectativa é receber esta verba no segundo semestre deste ano”, finaliza o prefeito.

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000