Não é novidade nenhuma que o país e o estado do Rio de Janeiro estão passando por uma grande crise financeira, e em Silva Jardim o cenário não é muito diferente. Um dos aspectos que tem afetado o município é a crescente queda na arrecadação proveniente de compensação com royalties do petróleo que nos últimos 10 meses teve uma redução de 17,75%.

De janeiro à outubro de 2016 o município arrecadou pouco mais de R$ 19,3 milhões com royalties de petróleo, bem abaixo dos R$ 23,5 milhões arrecadados no mesmo período de 2015. Se compararmos a arrecadação de 2016 com o período de janeiro à outubro de 2014 as perdas chegam a incríveis R$ 13,5 milhões, ou seja, uma redução de 41,19%.

Para enfrentar este delicado momento na economia de Silva Jardim, o governo municipal vem adotando desde o início de 2015 algumas medidas para contenção de gastos como a redução em 20% dos salários de prefeito, vice-prefeito e secretários, congelou a gratificação de aniversário, reduziu contratos, e recentemente realizou sua quarta adequação administrativa com dispensa de vários cargos comissionados e fusão de algumas secretarias. Todas estas medidas foram tomadas para garantir os serviços básicos como Saúde, Educação, Limpeza Urbana, a implantação do Plano de Cargos e Salários e principalmente o Transporte Gratuito.

 

Fonte: Demonstrativo de Distribuição da Arrecadação do Banco do Brasil