^ Back to Top

 

A Prefeitura Municipal de Silva Jardim, através da Secretaria Municipal de Educação e Secretaria Municipal de Esporte em parceria com o SESC São Gonçalo, incentiva o xadrez nas escolas municipais.


Estão abertas as inscrições para as aulas de xadrez nas escolas municipais Omar Faria Alfradique, CEPM Profª Vera Lúcia Pereira Coelho e Complexo Cesário Alvim. Vagas limitadas. As aulas serão no contra turno. No dia 26/07/2014 os instrutores participaram no SESC de uma capacitação de orientação para as ações no município.


Segundo Kátia Passos, Secretária de Educação, o xadrez é uma atividade que estimula o raciocínio como um todo e só vem contribuir, para o melhor aprendizado e desempenho de nossos estudantes.


Quais são as vantagens de aprender o xadrez?
1. O xadrez estimula o raciocínio lógico
2. O xadrez ativa a concentração
3. O xadrez desenvolve a tomada de decisões
4. O xadrez aguça a memória
5. O xadrez trabalha a paciência
6. O xadrez demanda a capacidade de planejamento
7. O xadrez aumenta a autoconfiança
8. O xadrez proporciona o respeito ao adversário
9. O xadrez exige responsabilidade
10. O xadrez instiga a imaginação e a versatilidade

 

Um dos mais importantes objetivos da atual gestão municipal é a capacitação profissional e mantendo o foco, a Prefeitura através das secretarias de Educação e Saúde, promoveu uma orientação coletiva no dia 09 de julho no Teatro Zezé Macedo, para todos os profissionais envolvidos no processo de manipulação dos alimentos oferecidos na merenda escolar.

O evento foi aberto pelo Vice-Prefeito, Tião Rocha, que falou da importância da boa manipulação alimentar na rede de ensino. Já a Secretária de Educação, Kátia Passos, em sua fala, frisou a orientação que é dada as pessoas que manipulam a merenda escolar, que devem ter uma preocupação com a qualidade dos produtos e os necessários cuidados de higienes no recebimento, preparo, manuseio e armazenamento dos mesmos.

Participaram da capacitação, o presidente do Sindicato Rural o Sr. Amaro Viana, todos os servidores da Educação envolvidos na merenda escolar e os servidores envolvidos na alimentação da Secretaria Municipal de Saúde.

Quem coordenou as orientações foi o médico sanitarista Dr. Ricardo Oliveira e a nutricionista Eliete. A professora Valberlândia Tinoco falou da necessidade do comprometimento no setor de serviço, o amor ao próximo e o se doar sem cobrar nada em troca. A secretária agradeceu o comprometimento da equipe do professor Adenilton Barcellos nos cuidados diários e diretamente atribuídos a cada unidade escolar municipal e a Pestalozzi.

Houve sorteios de diversos brindes entre os participantes, doados pelo Prefeito Anderson Alexandre (micro-ondas), pelo Vice-prefeito Sebastião Rocha (Edredon) e pela Secretaria de Educação (batedeira, liquidificador, ferro elétrico, sanduicheira, cafeteira, potes herméticos, produtos de cosméticos, entre outros). E ao final do evento foi oferecido um lanche de confraternização a todos os participantes.

 

Prefeitura de Silva Jardim: fazendo mais, com menos!

Um show de pagode do grupo local “Pura Envolvência” além de outras ações na Praça Amaral Peixoto marcaram a semana de atividades da Associação Pestalozzi de Silva Jardim, que aconteceu no início do mês que culminou no “1º Movimento Pestalozziano Abrace Essa Ideia” no Município, que aconteceu no início de junho. O movimento teve como objetivo conscientizar os participantes para a importância da inclusão dos atendidos por instituições como a Pestalozzi. Segundo a presidente, Verônica Mattos, as atividades constaram, ainda, de palestras, apresentações de dança e números de teatro em diversas escolas da cidade.

Os eventos fizeram parte da comemoração do aniversário de 25 anos de fundação do núcleo da Pestalozzi em Silva Jardim. O vice-Prefeito Tião Rocha esteve presente e enalteceu e agradeceu o trabalho realizado pela instituição ao longo desses anos, lembrando que também tem uma irmã que foi assistida por ela.

Na Praça Amaral Peixoto também teve apresentação de capoeira e poesia, além de estandes com artesanatos, exposição de fotos, trabalhos escolares dos atendidos e camisetas adotadas pela Pestalozzi até hoje. Durante a semana a caravana da Pestalozzi esteve na Escola Municipal Imbaú; em Cesário Alvim/Varginha; em Cidade Nova e no Centro de Educação Pública Municipal (CEPM) Professora Vera Lúcia Pereira Coelho. As atividades foram desenvolvidas em parceria com a secretaria municipal de Educação e Cultura cuja secretária, Kátia Passos, também esteve presente no dia do Movimento.

 

A Associação Pestalozzi de Silva Jardim atende a uma clientela de 139 pessoas constituída por crianças, adolescentes e adultos com deficiências mentais, condutas típicas de síndromes e quadros psicológicos e neurológicos, entre 0 a 52 anos. Tem atendimento nas seguintes modalidades: sala de recursos, expressão corporal, artes dramáticas, dança, informática, reforço escolar, artesanato, capoeira, atividades físicas (Recursos Pedagógicos) e neurologia, psicologia, psicopedagogia, fisioterapia e fonoaudiologia (Recursos Terapêuticos). Em Serviço Social, atende em orientação educacional. É uma instituição de caráter filantrópica fundada em 06 de junho de 1989, com sede na Rua Silva Jardim, 46 – Centro. De acordo com a Presidente da Pestalozzi, Verônica Mattos, a Prefeitura de Silva Jardim aumentou em quase 20% os investimentos no órgão que no ano de 2012 eram de R$ 178 mil e no ano passado foram investidos mais de R$ 213 mil na Pestalozzi.

 

O desfile cívico-escolar da festa de 173 anos de emancipação político-administrativa de Silva jardim, na última quinta-feira (08), teve a futura Copa do Mundo no Brasil e os países participantes como os seus temas centrais. Realizada na Avenida Silva Jardim, no bairro Reginópolis, a apresentação, que atraiu milhares de pessoas, foi aberta pela banda da Associação Musical e Dramática Honório Coelho (AMDHC), ao som de “Cidade Maravilhosa” e “Parabéns para Você”, como acontece tradicionalmente, seguida de um pelotão da Guarda Municipal. Contou com as presenças, além do Prefeito Anderson Alexandre, seu vice, Tião Rocha, e o presidente da Câmara Municipal, Roni Luiz; do Prefeito de Itaboraí, Helil Cardozo; e da Prefeita de Rio Bonito, Solange Almeida.

A primeira unidade escolar a desfilar foi a Creche municipal Emanuel, destacando a cultura indígena. Foi seguida pela unidade “Casinha Feliz” que mostrou o projeto pedagógico “Conhecendo o Meu Brasil Brasileiro”. Depois, a também creche Laurita enfocou a “família” representada pela entidade. A Escola Estadual Municipalizada Vila Silva Jardim, de Aldeia Velha, abordou os seus projetos culturais e pedagógicos locais com o tema geral “Aldeia Velha de Ponta Cabeça”, homenageando inclusive antigas famílias que participaram da formação do povoado, a exemplo das alemãs e suíças Schumaker, Class, Schimidt e Peclat.

A E.M. Gaviões homenageou a Holanda, mostrando exemplos de sua cultura; enquanto o Colégio Evangélico O Pequeno Príncipe enfocou as Copas do Mundo nas quais o Brasil foi campeão. O Centro Educacional Cesário Alvim/Varginha apresentou seu projeto “Escola Show de Bola”, abordando a Copa do Mundo e o meio ambiente, e mostrando a cultura de vários países da Europa. O Jardim de Infância O Patinho Feio desenvolveu o tema “Brasil Joga pra Mim”, enaltecendo as potencialidades da nação e falando sobre os países México, Honduras e Costa Rica.

A E.E.M. Vargem Grande enfocou a Inglaterra, ao passo que a Corina Halfed, de Bananeiras, homenageou os Estados Unidos da América (EUA). O Centro de Educação Pública Municipal (CEPM) Professora Vera Lúcia Pereira Coelho lembrou os países africanos que vão participar da Copa no Brasil, apresentando uma interessante coreografia sobre a música “O Canto das Três Raças”, de Clara Nunes. A E.M. Agenor Pires da Cunha teve como tema a Rússia e a Bélgica, ficando a E.E.M. Maurília Moreira de Carvalho com a Bósnia e a Austrália. A Sociedade Pestalozzi homenageou a França, lembrando acontecimentos como a Revolução Francesa, por exemplo, que defendeu os ideais de “Liberdade, Igualdade e Fraternidade”, lema da Maçonaria Universal. A instituição apresentou inclusive membros da Loja Maçônica Silva Jardim nº 45, convidados a desfilar pela presidente da entidade, Verônica Mattos.

A E.M. Alfredo Backer, por sua vez, representou a Croácia, lembrando inclusive que a gravata foi inventada por aquele país durante a guerra na qual os soldados foram com tal adereço nas fardas. A Itália, com sua cultura e patrimônio histórico foi homenageada com um desfile narrado em versos (poesia) pela mestre de cerimônias do evento, Rosilane Brum, lembrando inclusive que o Brasil foi pentacampeão em cima da sua seleção de futebol, assim como a visita e morte do patrono Antônio da Silva Jardim no vulcão Vesúvio. A Grécia foi o tema da E.E.M. Silvina Braga, mostrando que o país é o berço das civilizações, dos mitos, jogos olímpicos e filosofia, por exemplo.

A.E.E.M. Durval palmeiras apresentou o tema “Brasil Japonês”, destacando que o Brasil é um misto de etnias e falando sobre a chegada dos primeiros nipônicos ao País. O Centro Educacional Adail Maria Tinoco, homenageou Portugal, enfatizando as presenças de famílias portuguesas em Silva Jardim, como as dos senhores Brás (da padaria) e Alfredo (da lanchonete da Praça Central). Portugal também foi o tema da E.M.

Cambucaes, assim como da E.M. Lucilândia, que destacou a jogo de quebra-línguas “lenga-lenga” e as touradas. O mesmo país europeu foi homenageado, ainda, pelo colégio Estadual São Sebastião demonstrando as influências dele em terras silvajardinenses, lembrando a atuação da portuguesa Maria Rodrigues na criação da capela dedicada à Nossa Senhora de Santana, próximo à vila de Aldeia Velha. A unidade foi puxada pela banda EMPHAC, de Rio Bonito.

Os países Chile, Uruguai, Colômbia, Argentina e Equador foram os temas da E.M. Omar Faria Alfradique. O C.E. Sérvulo Mello, que completa 60 anos, homenageou a Suíça e o educador Jean Piaget, entre outros ícones do país. O Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf) apresentou uma dança aeróbica com a música “Quero Gol”. O projeto “Zico 10” mostrou crianças uniformizadas portando bandeirolas sob o som da música “Pra Frente Brasil”. O núcleo da Cruz Vermelha Brasileira em Silva Jardim também desfilou, comemorando os seus 151 anos de fundação no mundo. O desfile foi fechado pela apresentação da frota de veículos da Prefeitura com ambulâncias, ônibus escolares, coletivos da nova linha pública municipal, tratores e outras máquinas em geral.


Seguindo uma política de crescimento literário, o Governo Municipal, através da Secretaria de Educação, Cultura e Tecnologia, implantou na Biblioteca Municipal Tiradentes, no Centro de Silva Jardim, o Movimento das Salas de leitura.

O projeto consiste em criar um ambiente teatral baseado nas literaturas tradicionais brasileiras... Como as histórias do Sítio do Pica-pau amarelo, de Monteiro Lobato, entre outras literaturas infantis.

Este projeto visa a integração de forma lúdica das histórias com as crianças e adolescentes. O Projeto esta atendendo na Biblioteca vários alunos da rede pública e privada de ensino além de alunos da Pestalozzi.

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000