^ Back to Top

Defesa Civil

 

Do dia 17 a 20 de dezembro, das 09h as 13h, poderão ser realizadas as inscrições para o projeto Botinho 2019. As inscrições são gratuitas e deverão ser realizadas na Defesa Civil de Silva Jardim que fica na Rua Augusto Antônio de Amorim, 268 no Caju (ao lado do depósito de gás). As vagas são limitadas sendo 15 vagas para a categoria “Golfinho” (idade entre 07 a 10 anos), 15 vagas para “Moby Dick” (idade entre 11 a 14 anos) e 10 vagas para a categoria “Tubarão” (idade entre 15 e 17 anos). Confira abaixo a relação completa da documentação obrigatória necessária para efetuar a inscrição:

- Cópia da Identidade (RG) ou certidão de nascimento;

- Cópia do comprovante de residência;

- 01 (uma) foto 3x4 do participante;

- Atestado médico (original) do participante especificando que o mesmo está apto para realizar atividades físicas;

- Ficha de autorização assinada pelo responsável. A ficha pode ser baixada no link (http://www.silvajardim.rj.gov.br/…/3221-ficha_autorizacao_b…) ou ser retirada na Defesa Civil.

OBS: A Defesa Civil não segurará vagas por falta de documento, ou seja, para se inscrever é necessário a entrega de todos os documentos solicitados.

O Projeto Botinho 2019 é uma realização do Corpo de Bombeiros Militares do Estado do Rio de Janeiro (CBMERJ) junto com o SESC-RJ, em parceria com o 27º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) e a Defesa Civil de Silva Jardim.

 

Leia mais:Silva Jardim abre inscrições para o projeto Botinho 2019

A Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Defesa Civil, realizou na manhã do dia 29 de novembro, um exercício simulado de desocupação no CEPM Profª Vera Lúcia Pereira Coelho. O principal objetivo do simulado foi treinar e orientar alunos, professores e funcionários da unidade escolar para o correto comportamento em situações de emergência, ou seja, de forma cautelosa, ágil e eficiente, que não gere riscos à segurança dos envolvidos.

O exercício realizado nesta quinta, fez parte da programação da Defesa Civil, pelo “Dia Estadual de Riscos e Desastres” que é celebrado no dia 29 de novembro e contou com a participação de 443 pessoas, sendo 407 alunos de 14 turmas e 36 funcionários e professores, o tempo total para a desocupação foi de menos de 3 minutos.

“A realização destes simulados são fundamentais para termos uma melhor noção do comportamento de alunos, professores e funcionários em situações de evacuação de espaços fechados. A escolha do CEPM deu-se por possuir a maior estrutura predial de uma unidade de ensino no município e possuir o maior número de alunos da rede municipal. Agradecemos o apoio da diretora Érica Guimarães e de toda a direção que não mediram esforços para que realizássemos este treinamento com os alunos, professores e funcionários. ” Disse o Coordenador da Defesa Civil, Ronilson Santos.

O evento contou ainda com a participação do Secretário Municipal de Segurança Pública Dênis Pessanha.

(03/12/2018)

 

Leia mais:Prefeitura realiza exercício simulado de desocupação em escola municipal

A DEFESA CIVIL DE SILVA JARDIM informa que o volume de chuva no município reduziu em mais de 96% nas últimas 4 horas e atualiza as informações do estágio nos bairros mais afetados:

ALDEIA VELHA: o nível de água acumulada na estrada de acesso já foi reduzido o que possibilita o trânsito, situação se normalizando e já permitindo tráfego de veículos na localidade.

IMBAÚ: diminuição do nível da água e situação normalizando.

NOVA SILVA JARDIM: nível do rio Capivary já foi reduzido em 50 cm e segue baixando.

BANANEIRAS: equipe com máquina já está no bairro realizando serviços para desobstrução de pontos na estrada.

COMPORTAS: a concessionária responsável pela manutenção informou que 5 (cinco) comportas já estão abertas.

Índice pluviométrico das últimas horas:

1h – 0,8 mm

4h – 10,8 mm

24h – 65,4mm

48h – 75,6 mm

72h – 89,2mm

(08/11/2018 - 20h27)

 

Leia mais:Defesa Civil de Silva Jardim atualiza situação das chuvas no município

 

Representantes da Secretaria Municipal de Defesa Civil participaram no dia 26 de outubro, no município de Casimiro de Abreu/RJ, de uma reunião para discussão do “Plano de Segurança Hídrica do Rio São João e Lagoa de Juturnaíba”. Um dos pontos principais discutidos na reunião foi a elaboração de um estudo que minimize os impactos de inundações na região.

O encontro contou a presença do Coordenador Regional das REDEC – Baixada Litorânea, TC BM Eric Lacerda Schueler, representantes do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), representantes da Universidade Fluminense (UFF), além de representantes da Defesa Civil de Casimiro de Abreu e o Secretário Municipal de Defesa Civil de Silva Jardim, Ronilson Santos.

(Silva Jardim, 31 de outubro de 2018)

 

Leia mais:Plano contra “inundação” é discutido pela Defesa Civil de Silva Jardim


Autoridades de Defesa Civil do estado do Rio de Janeiro se reuniram na última quarta-feira (8), em Silva Jardim, para participar do 1º Congresso Municipal de Proteção e Defesa Civil. O evento teve o objetivo de discutir medidas para minimizar e prevenir os desastres naturais causados pelas fortes chuvas de verão na cidade. O congresso reuniu cerca de 150 pessoas e aconteceu no Teatro Zezé Macedo, no Centro do município.

Durante o evento, também foram feitas as entregas dos certificados dos alunos que concluíram o “Projeto Defesa Civil Mirim”. No local, os agentes voluntários do Núcleo de Defesa Civil (Nudec), receberam ainda suas carteiras de identificação, após uma solenidade de abertura marcada pelos integrantes da Associação Musical e Dramática Honório Coelho.

Em seu discurso, o secretário municipal de Defesa Civil (SEMDEC) e subtenente Bombeiro Militar Ronilson Santos Silva, afirmou que a equipe está trabalhando para minimizar os impactos das chuvas de verão em Silva Jardim, e evitar inundações como as que ocorreram na cidade em fevereiro deste ano, e em 2016, quando centenas de pessoas ficaram desalojadas.

“A Defesa Civil do município não pode ser vista apenas no momento de desastre. Nós temos que ser vistos em momentos constantes, através de capacitações, preparações, para que o nosso município seja uma cidade resiliente”, destacou o secretário da SEMDEC.

A prefeita da cidade, Cilene, também participou da abertura do congresso e destacou que o município está executando um estudo do solo do bairro Nova Silva Jardim, e no rio Capivari, no trecho onde são registrados os transbordamentos durante a época de chuvas mais intensas.

“A Secretaria [Municipal] de Meio Ambiente (Semma), junto com a Defesa Civil, e toda uma equipe técnica, estão preparando um estudo sobre essas áreas. [...] E eles vão nos apontar quais medidas o governo vai ter que tomar nessas áreas, especificamente, para evitar as enchentes que vêm acontecendo corriqueiramente em toda época de chuva”, declarou a prefeita Cilene.

Também marcaram presença no evento, secretários municipais; o diretor-geral do Departamento Geral de Defesa Civil (DGDEC), coronel Bombeiro Militar Marcello Silva da Costa; o coordenador da Rede de Defesa Civil (REDEC) Litorânea, tenente coronel Bombeiro Militar Eric Lacerda de Schueler; além do gerente de operações da Prolagos, Douglas Jordão Barbosa; e ainda a procuradora de Justiça do Ministério Público (MP-RJ), Denise Tarin.

 

Leia mais:Congresso discute Prevenção de Desastres Naturais em Silva Jardim

Prefeitura Municipal de Silva Jardim - CNPJ: 28.741.098/0001-57 - Tels:(22) 2668-1125/2668-1430/2668-2000 - Rua Luiz Gomes, 46, Centro - Silva Jardim/RJ - CEP: 28820-000