Representantes de três ministérios ligados à agricultura, produtores familiares e moradores de Silva Jardim participaram da “Caravana da Integração”, nessa quinta-feira (1º), no Teatro Zezé Macedo, no Centro da cidade. Durante o encontro, foi abordada a importância da emissão de Declaração de Aptidão ao Pronaf (Dap), e do selo do Serviço de Inspeção Municipal (SIM).

Uma das responsáveis pela caravana, Virgimar Magalhães, disse que o encontro teve o objetivo de esclarecer dúvidas dos produtores rurais e facilitar a comunicação com representantes da federação. “A ideia é oferecer ao agricultor a possibilidade de escoar sua produção dentro do município”, disse.

Durante o seu discurso, a delegada federal da Secretaria Especial de Agricultura Familiar e Desenvolvimento Agrário (Sead), no Estado do Rio de Janeiro, Danielle Barros, frisou a importância dos agricultores fazerem a emissão da Dap.

“É preciso priorizar nas chamadas públicas o que é produzido na cidade, porque isso beneficia o pequeno produtor, no entanto, para participar dessas políticas públicas, o agricultor familiar precisa fazer a emissão da Dap”, argumentou a delegada federal da Sead, Danielle Barros.

Já o superintendente do ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), José Essiomar Gomes da Silva, afirmou que o selo do SIM é fundamental para agregar valor aos produtos.

“É importante que os produtores busquem para as suas mercadorias o selo do SIM, porque agrega mais valor, e evita problemas com a vigilância sanitária para colocar o produto no mercado”, disse o superintendente do Mapa.

 

Ao todo, cerca de 150 pessoas participaram da reunião, além do prefeito da cidade, Anderson Alexandre, vereadores, e secretários municipais. O encontro teve ainda a participação do superintendente do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), Carlos Castilho, e do representante da Federação dos Trabalhadores na Agricultura (Fetag), Oto dos Santos.